Polímeros Biodegradáveis, uma nova era.

Polímeros estão presentes no nosso dia a dia. Como no poliéster da sua roupa, no cano de PVC, na garrafa PET, nos canudos descartáveis, e em muitos outros lugares.

Atualmente tem se discutido muito a poluição causada por polímeros. Eventualmente, percebe-se que um dos mais debatidos são os canudos plásticos descartáveis, cuja relevância vem impactando o cotidiano dos cidadãos.

 

MAS O QUE SÃO POLÍMEROS?

Polímero é o termo utilizado para moléculas grandes que formam repetições de moléculas pequenas.

Eles estão presentes em quase todos os lugares assim como em garrafas PETs, nos pneus de carros, sacolas plásticas, copos descartáveis e muito mais.

Polímeros podem ser classificados em:

 

  • Naturais: podem também ser chamados de moléculas da vida, ou seja, são encontrados nos organismos dos animais e vegetais. Portanto eles são fundamentais para nossos processos vitais. Dessa forma são divididos em três classes : Carboidratos, lipídeos e proteínas.
  • Sintéticos: formam o grupo de moléculas que surgiu em laboratórios com o intuito de imitar os polímeros naturais. Portanto é de grande importância para o dia a dia das pessoas. Por conseqüência no século 20 este material ganhou força total e se popularizou com o nome de plástico, tendo uma grande diversidade e diferentes usos.​

 

COMO O CANUDO DESCARTÁVEL ESTÁ ENVOLVIDO?

Os canudos descartáveis são polímeros sintéticos, e são apontados como grandes poluidores do meio ambiente. Visto que canudos são feitos de propileno e de poliestireno e que esses não são polímeros biodegradáveis. Portanto tendem a ficar no ambiente se desintegrando em pedaços menores.

No entanto, ao se desintegrarem em pedaços menores acabam virando alimento de alguns animais, dessa forma prejudicando a vida deles e o ecossistema.

 

 

COMO OS POLÍMEROS COMUNS AFETAM MEIO AMBIENTE?

Por serem altamente poluidores e pelo fato de serem descartados de forma incorreta.

Assim, o grande problema está no descarte das embalagens plásticas, as que são utilizadas no dia a dia das pessoas, que na maioria das vezes são feitos em locais inapropriados.

Durante muitos anos, esses materiais plásticos foram despejados em aterros sanitários, o que causou o acúmulo de plástico no ambiente.

Tendo em vista que esse material conserva suas propriedades físicas por muitos anos. Dessa forma ele não desaparece do ambiente tão facilmente, dessa maneira, prejudica muitos ecossistemas.

Segundo estimativas são necessárias de 100 a 150 anos para que os polímeros sejam degradados no ambiente. Com isso, a poluição causada pelos polímeros se tornou uma preocupação em nosso país e em todo o mundo.

Ela pode ocasionar a poluição de rios e lagos e consequentes enchentes, e também do solo de um modo geral.

 

QUAL A DIFERENÇA DO POLÍMERO COMUM E DO BIODEGRADÁVEL?

Um polímero biodegradável é um polímero que pode se decompor em moléculas menores como CO2, CH4 e H2O por microorganismos em condições aeróbicas e anaeróbias.

Ademais, alguns polímeros são constituídos a partir de plantas, animais ou até de microorganismos e também tem aqueles sintetizados pelo homem.

 

MAS O QUE É UM POLÍMERO BIODEGRADÁVEL?

Polímeros biodegradáveis, que também podem ser chamados de plásticos biodegradáveis são resinas biodegradáveis.

Essas resinas possuem seus componentes derivados de matérias primas de fontes renováveis.

Em resumo, os plásticos biodegradáveis  podem ser constituídos através de vegetais e animais, e o uso em escala deles podem substituir resinas como o petróleo.

Portanto, a função do plástico biodegradável é decompor-se em componentes pela atividade de microorganismos ao entrarem em contato com o solo, com umidade e luz.

 

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO USO DE POLÍMEROS BIODEGRADÁVEIS?

São 3 os principais benefícios para o uso do polímero biodegradável.

Dentre eles estão: A preservação ambiental, pois como podem ser degenerados por microorganismos eles conseguem ser degradados em um tempo bem menor quando comparado ao polímero comum.

Dessa forma, o uso desse polímero pode acarretar na eliminação desses resíduos no meio ambiente protegendo, dessa forma, a fauna.

Outro benefício importante é a valorização do uso de produtos ecológicos. Hoje em dia praticamente todas as empresas estão se preocupando mais com e meio ambiente.

Dessa maneira, muitas companhias estão se adaptando as mudanças na utilização de matérias primas e cada vez mais se conscientizando sobre a importância do descarte de maneira correta. Entre outras mudanças de hábitos e de vida.

Nessa mesma linha de pensamento, uma abordagem importante é o que a mídia faz atualmente, que é ressaltar a importância de cuidar do meio ambiente.

Além disso, uma vantagem no uso dos polímeros biodegradáveis é a sua grande versatilidade. Dessa forma, polímeros biodegradáveis mostram variabilidade em suas propriedades e consequentemente nas suas aplicações.

Assim, é possível obter polímeros de diferentes características, isto é, que fornecem diferentes produtos, desde implantes médicos até adesivos.

 

COMO DEVE SER O DESCARTE DO POLÍMERO BIODEGRADÁVEL?

A compostagem é uns dos métodos de maior preferência ao se descartar esses produtos. Dessa forma,o polímero biodegradável tem a chance de se transformar em húmus através de uma biodegradação.

Se descartados em aterros sanitários eles levam um tempo mais longo para sofrer a degradação devido a falta do ambiente mais adequado. Portanto, isso causa a fragmentação desses produtos, podendo assim até perder as suas características de biodegradabilidade.

 

E ESSA TROCA POR POLÍMEROS BIODEGRADÁVEIS TEM IMPORTÂNCIA ECONÔMICA?

Com toda certeza!

Com a grande diversidade de aplicações dos polímeros biodegradáveis, pelo seu desempenho material e incluindo também a mudança de hábito e de consumo humano,a economia é diretamente influenciada.

As indústrias que pesquisam sobre a colaboração para a conservação do meio ambiente optam pelo uso de polímeros biodegradáveis, já que desta forma a empresa que se importar com o meio ambiente  ganha novos consumidores que são favoráveis a causa.

 

CONcLUSÃO

Portanto, conclui-se que polímeros biodegradáveis, juntamente com o descarte adequado e com a reciclagem, podem afetar positivamente o meio ambiente. Ou seja, eles diminuem a quantidade de lixo acumulado, além de reduzir os riscos de morte de animais que consomem acidentalmente os pequenos pedaços devido ao longo prazo de decomposição dos polímeros não biodegradáveis.

Dessa forma a ConsultEQ (Empresa Júnior que realiza consultorias na área de Engenharia Química) tem um grande interesse em ajudar a sua empresa. E também torna – la mais sustentável. Temos experiência na área de gestão ambiental e estamos localizados na Universidade Federal de Uberlândia na cidade de Uberlândia campus Santa Mônica.

Escrito por Isabela Goldoni e Kellen Brunetti

 

 

Call to action