Lixo Orgânico em Restaurantes: O que fazer?

Na maioria dos restaurantes, o destino do lixo orgânico é idêntico ao lixo gerado nas residências: se não for para os “lixões”, provavelmente vai para um aterro sanitário, e na melhor das hipóteses, sofre o processo de compostagem.

 

Esse lixo orgânico é realmente um problema?

 

Em termos de quantidade, suponhamos que um restaurante em um almoço ou janta sirva 200 pessoas, e que essas pessoas tenham um desperdício de 50g cada. Calma, não precisa efetuar os cálculos, nós fazemos para você: serão 10kg de matéria orgânica desperdiçados por almoço ou janta. Sabemos que não é só isso o desperdício, pois tem também a comida que sobra após o turno e não pode ser reaproveitada, pessoas que desperdiçam um pouco mais e algumas quantidades que não consegue contabilizar. Mas para o nosso cálculo, levaremos em consideração somente os 10kg. Se em um turno são 10kg, em um dia será 20kg. Considerando que o restaurante só trabalha 6 dias por semana, serão 120kg, e assim, quase meia tonelada por mês!

 

Mas existe solução para isso?

 

Em meio a esse problema, podemos enxergar uma oportunidade: o processo de compostagem! Este processo é basicamente a transformação de matéria orgânica em adubo, que pode ser utilizado na agricultura. Com esse processo, conseguimos agregar valor em um produto que inicialmente era descartado.

 

 Transformar o lixo orgânico, trará benefícios ao seu negócio:

Além disso, o adubo orgânico possui algumas vantagens em relação aos fertilizantes químicos. O adubo orgânico é tratado de forma natural, e com ele o solo fica mais enriquecido. Esse tipo de adubo aumenta a resistência das plantas às pragas e doenças. O solo também fica mais esponjoso, aumentando sua capacidade de armazenamento de água.

Diante da oportunidade de transformar lixo em um produto com todas essas vantagens, o que devo fazer para introduzir essa ideia em meu restaurante? É aí que a ConsultEQ entra em jogo: oferecemos o serviço de gestão ambiental, em que nele podemos introduzir a sua empresa o processo de compostagem. Entre já em contato conosco!

 

Escrito por: Leonardo Marcondelli

 

Call to action