Layout: Mudando e tornando sua fábrica mais funcional.

Layout é uma palavra inglesa que significa planoarranjoesquemadesignprojeto.

No âmbito empresarial, layout é sinônimo de “arranjo físico”, ou seja , o modo como estão organizados os equipamentos, máquinas, ferramentas, produtos finalizados e mão de obra dentro da empresa. Um bom layout tem efeito na produtividade da empresa, reduzindo os custos, por significar menos desperdício e perda de tempo.

Certamente todo empresário tem interesse em se tornar cada dia mais competitivo no seu ramo de investimento. Portanto, investir na readequação do layout da sua empresa é uma maneira assertiva que conquistar benefícios. Como na  diminuição do tempo de produção, aumento da capacidade produtiva, redução do custo de produção e consequentemente do produto. Isso porque quando falamos do layout estamos tratando diretamente com a área de manufatura. Pois essa área é a decisiva para o resultado do produto desejado.

Assim existem algumas características que indicam que sua empresa necessita repensar sobre a disposição dos equipamentos e o fluxo do processo. São elas:

  • Fluxos de produçãolongos e confusos;
  • Falhas na distribuição espacial;
  • Atraso ou perda de informações;
  • Acúmulo de pessoas;
  • Perda de tempo de uma unidade a outra.
 Tipos de layouts

      

 

 

 

 

 

 

 

 

 A maneira com que dispomos os equipamentos deve sempre ser aquela em que eles são naturalmente organizados. Contudo destacam-se quatro tipos básicos de arranjos físicos:

1. O posicional

Posicionam-se os equipamentos e estações de trabalho de acordo com a sequência de montagem dos produtos.

Assim sendo suas vantagens são:

– Alta produtividade;

– Baixa quantidade de estoques de produtos em processamento;

– Movimentação propícia de materiais.

E as suas desvantagens são:

– Menor flexibilidade para produção ou montagem de produtos diferentes;

– Alta dependência entre as atividades.

2. Por processo

Agrupam-se, numa mesma área, todos os processos ou equipamentos do mesmo tipo e função, de modo que os materiais e produtos desloquem-se aos processos no momento em que sejam necessários.

Assim sendo suas vantagens são:

– Baixo custo de implementação;

– Maior flexibilidade, podendo atender demandas inesperadas;

– Fácil supervisão de equipamentos e instalações.

E as suas desvantagens:

– Maior estoque em processo;

– Menor velocidade de movimentação.

3. Celular

Adequa os arranjos posicional e por processo. Dispõem-se as máquinas, equipamentos, processos e mão de obra em um só local, possibilitando a fabricação completa do produto na mesma célula. O material se desloca dentro da célula buscando os processos produtivos necessários para sua fabricação.

Assim sendo suas vantagens são:

– O trabalho em grupo incentiva motivação;

– Equilíbrio entre custo e flexibilidade para operações com alta variedade;

– Maior facilidade no planejamento e controle da produção.

E suas desvantagens são:

– Possível dificuldade de adaptação dos operadores pela alta variedade de atividades;

– Alto custo para reconfigurar o arranjo.

4. Por produto

O produto permanece no estático durante o processo de produção, os recursos para sua transformação e as operações necessárias se deslocam ao seu redor.

Desse modo suas vantagens são:

– Alta flexibilidade;

– Alta variedade de tarefas para a mão de obra;

– Produto ou cliente não movido.

E as desvantagens são:

– Programação de atividade ou espaço pode ser complexa;

– Pode exigir muita movimentação de máquinas e mão de obra.

Escolhendo o melhor layout para sua empresa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com a finalidade de escolher o melhor layout para sua empresa deve-se avaliar qual o tipo mais compatível com seu produto ou serviço.

Dessa forma seguem três estratégias para uma boa mudança de layout

  1. Aproveitamento do espaço

Ocupe todo espaço existente no seu ambiente de trabalho. Para isso é importante conhecer muito bem o ambiente físico da sua empresa e qual a melhor função se adéqua em cada local. Além disso lembre-se que espaços verticais também devem ser utilizados, a partir da instalação de móveis ou equipamentos adequados para cada estrutura.

2. Distribuição de processos

Distribua os processos de modo que se mantenham juntos apenas aqueles que possuam a mesma função. Contudo deve se evitar que processos distintos estejam em um mesmo ambiente. Conforme o explicado isso deve prevenir conflitos e atrasos nas tarefas e acumulo de pessoal no mesmo local.

conclusão

Mapear seus processos permite um controle amplo do processo produtivo, uma vez que há pontos de perdas de matérias-primas e energia, e problemas de desempenho. Identificar esses pontos é essencial para a otimização do processo industrial e o aumento de sua produtividade. Além disso facilita a visualização para identificar de espaços ociosos e distribuir os processos.

Saiba mais sobre a importância do Mapeamento de processos.

A ConsultEQ – Consultoria e Soluções em Engenharia Química está à disposição para ajudá-lo na adequação do layout da sua empresa, trazendo todos os benefícios aqui listados, a partir de um time engajado que possui apoio de mais de trinta professores doutores da Universidade Federal de Uberlândia e preço abaixo do mercado, por fazermos parte do Movimento Empresa Júnior.

 

Escrito por: Alessandra Saldanha

 

Call to action