Como fazer o Mapa de Riscos da sua empresa

O Mapa de Riscos é uma ferramenta muito importante para a manutenção e garantia da funcionalidade de uma empresa. Ele tem como objetivo informar e, consequentemente, conscientizar os funcionários, de maneira clara e objetiva, os riscos presentes naquele local.

O Mapa de Riscos é uma representação gráfica dos prováveis ou existentes riscos em um espaço físico. As empresas que apresentarem riscos ambientais devem, portanto, implementá-los em sua cultura interna. Curiosamente, o seu uso é difundido até mesmo em empresas com baixo (ou nenhum) tipo de risco aparente realizarem um mapa de riscos.

Primeiramente, como é feito o Mapa de Riscos?

 

A partir da planta simplificada do local, são definidos através de círculos de diferentes tamanhos e cores as diversas ameaças presentes em cada local. São utilizados:

 

  • Círculo pequeno: risco pequeno por sua essência ou por ser risco médio já protegido;
  • Círculo médio: risco que gera relativo incômodo, mas que pode ser controlado;
  • Círculo grande: risco que pode matar, mutilar, gerar doenças e que não dispõe de mecanismo para redução, neutralização ou controle.

 

A classificação por cores segue a seguinte ordem:

 

  • Verde: Riscos físicos como ruído, calor, frio, pressão e vibrações;
  • Vermelho: Riscos químicos como poeira, fumos, gases, vapores e neblinas;
  • Marrom: Riscos biológicos como fungos, vírus, parasitas, bactérias e insetos;
  • Amarela: Riscos ergonômicos como levantamento e transporte de cargas, repetitividade, monotonia, postura inadequada e ritmo excessivo;
  • Azul: Riscos de acidentes como falta de iluminação, risco de incêndio e explosão, eletricidade, queda e maquinas sem proteção.

 

O mapa de riscos não possuir validade, mas ele deve ser refeito caso haja qualquer modificação de espaço físico ou de equipamentos. Dessa forma, é importante salientar que seu uso trás maior conforto e segurança para os funcionários, reduzindo o número de acidentes e conscientizando sobre a utilização de EPIs e EPCs.

 

Mas, quem faz o Mapa de Riscos?

 

O mapa de riscos é criado a partir do layout da empresa, onde se localiza e classifica os riscos de cada local. Sendo que pode ser feito tanto para um prédio inteiro como também para cada andar ou sala da instituição. Porém, a confecção do mapa de riscos deve ser feita por uma equipe especializada no assunto.

De acordo com a NR 5, a criação do mapa de riscos fica por conta da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA em parceria com a SESMT, Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho da empresa. Caso a sua empresa não possua tais setores internos, a elaboração do mapa de riscos deve ser feita por uma empresa de consultoria terceirizada.

A ConsultEQ possui vasto domínio sobre processos produtivos e segurança industrial e ocupacional. Logo, tornamos o mapa de riscos uma ferramenta muito rica para o resguardo de seus funcionários. Entre em contato conosco e peça já o mapa de riscos da sua empresa!

 

Escrito por: Pedro Henrique Luz 

 

 

Call to action