Projeto Coco da Bahia

Descrição da oportunidade de otimização do processo

O serviço prestado ao empreendimento Coco da Bahia, localizado no centro de Uberlândia, consistiu em fazer um levantamento de potenciais empresas da região que adquirissem os resíduos de coco gerados na sua produção. Vale ressaltar que as soluções apontadas pela equipe do projeto, deveriam respeitar as questões ambientais e ser economicamente viável. A destinação original era a queima de toda a carga de resíduos, o que representava algo dispendioso, visto que a casca do coco beneficiada é matéria-prima para tantas outras aplicações, como por exemplo:

  • Jardinagem: fabricação de vasos em substituição ao barro, ao xaxim, ao plástico;
  • Briquetes: fabricação de briquetes, produtos de alto poder calorífico, usados como combustível renovável na geração de energia;
  • Biomantas: mantas para revestimento de solos, servindo de proteção contra a erosão e deslizamentos;
  • Adsorventes: adsorção de óleos e graxas, sendo assim, utilizada em postos de gasolina;
  • Estofamento de carros: a fibra do coco como precursora do estofamento de carros é mais barata, resistente e durável que a espuma derivada do petróleo.

 

Diante das restrições do mercado do coco em Uberlândia, a equipe conseguiu identificar poucas soluções, mas dentre elas, um estabelecimento que comprava a fibra e a transformava em substrato agrícola, para posterior distribuição.

 

Resultados da entrega do projeto

 

O cliente, proprietário do Coco da Bahia, demonstrou bastante interesse no projeto apresentado e, logo entrou em contato com o responsável técnico do estabelecimento e acertou negócios, com o fornecimento da fibra de coco para beneficiamento e produção do substrato agrícola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.